O tratamento acústico pode até mesmo salvar vidas

Data e Hora  artigo publicado em 15/01/2013

 

A imaginação humana é, certamente, uma das mais poderosas armas criativas que estão sobre a face do planeta Terra; entretanto, é uma arma que pode virar-se contra nós mesmos; e não no sentido literal. A partir das impressões que o cérebro recebe através dos sentidos, ele acaba por formar pensamentos e sensações que nem sempre correspondem à realidade.

Um exemplo da afirmativa acima é o susto. Quando ele acontece, nossas reações ficam a cargo de uma região do cérebro chamada sistema límbico; que é responsável pela memória e o aprendizado. Logo após a surpresa, os reflexos nos impulsionam a enfrentar ou fugir da ameaça. Com o intuito de ajudar na reação do susto, o cérebro ordena então que as glândulas supra-renais liberem adrenalina; preparando assim, através deste hormônio, o organismo para o perigo. Contudo, esta descarga hormonal provoca a aceleração dos batimentos cardíacos e a elevação da pressão arterial; podendo até mesmo ocasionar um ataque cardíaco.

Agora imagine aquelas pessoas que levam susto com qualquer coisa – e você certamente deve conhecer alguém assim; ao residirem em apartamentos, podem viver na eminência de um ataque cardíaco, diante de um ruído que o cérebro interprete como alguma outra coisa. O horror causado em uma situação como esta, cumulativo ao stress do dia a dia, podem acabar por provocar uma morte inesperada.

Diante disso, no mesmo apartamento um isolamento acústico adequado poderia minimizar o problema, além de possibilitar ao morador um conforto sem igual diante dos ruídos indesejáveis. A solução seria que o espaço contasse com um sistema de piso flutuante, que hoje é a melhor e mais eficiente forma para isolamento acústico contra o ruído de impacto. O EcoSilenzio é um ótimo exemplo disso.

Agora você já sabe, um tratamento acústico adequado pode até mesmo salvar a sua vida.

shadow

Pesquise aqui por soluções, produtos ou notícias:


Slogan
Subir