Uma nova forma de pensar sobre acústica.

Data e Hora  artigo publicado em 02/10/2009

Livre adaptação do artigo "A new way to think about acoustic" de Richard Bird, Presidente da Rives Audio.

Várias pessoas me perguntam sobre acústica de uma sala ou um ambiente, perguntas como:

Quanto custa? Como vai ficar visualmente? Quanto melhor vai ficar o som?

Todas essas perguntas são importantes e muitas vezes difícil responde-las de forma simples e de fácil entendimento. Primeiramente, essas perguntas dependem fortemente do cliente. Quais são as necessidades do cliente?

Eu falo para todos nossos clientes, quando procuram por um projeto acústico de uma sala, considerar os seguintes aspectos: Estética, Preço e Sonoridade. Cada cliente possui um nível de exigência diferente para cada um desses itens, então cada ambiente será diferente também. Se você quer um ambiente esteticamente imponente, isso necessariamente irá lhe custar mais para fazer. Um certo nível de performance ou sonoridade também é necessário ou então você terá apenas uma sala bonita, mas não acusticamente projetada.

Essa explicação ajuda, porém não define de forma objetiva e simples como entender os números! Esse projeto irá custar R$ 5 mil ou R$ 50 mil? É impossível sabermos precisamente de antemão, e é por isso que para cada projeto deve ser previamente definido e avaliado, não interessando se é pequeno ou grande. Entretanto, é possível indicar algumas direções.

Se você deseja um ambiente com mobiliário com acabamento em madeira nobre e fabricada sob medida isso irá lhe custar muito mais que uma simples (geralmente pré-fabricada) solução. Existe muita chance de você não ter projetado uma sala de mídia/TV antes. Um bom projetista pode ajudar com essa tarefa. Um detalhe simples a ser observado no projeto de uma sala de projeção, por exemplo, é não colocar uma caixa lateral em um local onde todo mundo irá bater a cabeça nela. Você pode imaginar quantas vezes esse erro é cometido? Também vale lembrar, não crie desníveis/degraus desnecessários entre a frente e o fundo da sala. O designer de interior deve julgar isso interessante, mas funcionalmente não tem propósito, além de deixar você cansado de subir e descer degraus. Outra coisa a considerar é onde os racks serão colocados, como serão acessados, e onde será a tela ou área de projeção. Você ficaria surpreso como esse tipo de coisa é frequentemente esquecida. Eu quero minha tela próxima dos equipamentos não na sala ao lado.

Um bom projetista pode ajudar você o suficiente para entender a importância de cada uma de suas idéias e decisões.

Por fim, divirta-se com o processo.

Ele é verdadeiramente divertido, porque você estará tomando as decisões para um ambiente que irá usar por um longo tempo.
 

shadow

Pesquise aqui por soluções, produtos ou notícias:


Slogan
Subir